Depois do sucesso das edições anteriores, retomámos as Conversas Sigea com um novo ciclo, desta vez sob o tema “ESCOLA, FAMÍLIA, INCLUSÃO E AVALIAÇÃO” – que nos remete quer para a relação que se deve estabelecer entre a Escola e as Famílias, quer para as questões relacionadas com Inclusão e Avaliação, cada vez mais pertinentes no nosso sistema educativo.

Assim, no passado dia 28 de janeiro decorreu a primeira sessão deste 4.º Ciclo de Conversas, tendo como convidado o Dr. Helder Sousa, professor, antigo Presidente do IAVE (Instituto de Avaliação Educativa) e consultor na área da avaliação.

Numa intervenção intitulada “Como a avaliação pode mudar o ensino e a aprendizagem”, Helder Sousa refletiu amplamente sobre a temática da avaliação das aprendizagens, começando por fazer uma referência àquilo que, nas nossas escolas, a avaliação dos alunos foi, (ainda) é e como deveria(á) ser. Neste sentido, deu especial destaque às limitações quer do uso de testes sumativos como instrumentos dominantes na avaliação, quer do próprio sistema de avaliação interna predominante nas escolas portuguesas.

Em seguida, e partindo do pressuposto de que todos queremos o sucesso dos nossos filhos e alunos, o convidado pôs em evidência um facto que considera inequívoco: uma escola do século XXI com uma avaliação dos séculos XIX ou XX não funciona, devendo, assim, ser trilhados novos caminhos a este nível. Deste modo, de acordo com Helder Sousa, será fundamental “destronar” o teste e diversificar os instrumentos de avaliação utilizados nas nossas escolas, de modo a permitir que os alunos sejam efetivamente avaliados nos diferentes domínios/áreas de competência previstos no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, documento de referência para o sistema educativo.

Finalmente – e antes de um período de debate onde foram colocadas diversas questões pelo público presente -, o convidado contrapôs alguns malefícios da avaliação no processo pedagógico com as suas imensas potencialidades, analisando alguns mitos e convicções que, tantas vezes, são apresentados sobre a questão da avaliação das aprendizagens.

Tratou-se, sem dúvida, de uma sessão muito interessante e pertinente, sendo de destacar que este 4.º Ciclo de Conversas continuará já no próximo dia 19 de fevereiro – data em que teremos connosco o Prof. Doutor Eduardo Sá -, pelo que aproveitamos a oportunidade para lançar novamente o convite a pais, professores, psicólogos e outros intervenientes no fenómeno educativo para estarem presentes.

bastudio

Author bastudio

More posts by bastudio